Poesia

Soneto de tímido

René Magritte. The Son of Man (1946)

Oh, ser estranho, permaneça fechado
P’ra que não fujam teus monstros
E que não haja muitos encontros
Entre tu, libertador, e o libertado

Poesia

Oh, tímida

FRAGONARD, Jean-Honoré. A Young Girl Reading (1770)

Vejo-te sorrir olhando p’ra terra
Será de timidez que olhas o chão?
As nuvens acima e o solo em guerra 
O que está mais próximo ao teu coração?