Música, Poesia

Incerta canção

Um poema que, na voz e violão de Gil Silva, amigo meu, tornou-se canção. O eu lírico expressa falta de pertencimento, solidão, desmotivação, dúvidas. Expressa contrastes e sínteses das coisas que vê: aves felizes voando em meio à fumaça; sorriso amarelo (expressão de falsidade) combina-se com azul (símbolo de euforia), resultando num verde sem graça, etc.

Infantil, Texto

A coisa mais bela do mundo

Em elucubrações com meu amigo Gil Silva surgiu este texto. Discutíamos sobre qual seria a coisa mais bela desde mundo no âmbito secular e do conhecido. A conclusão a que chegamos seria que, sem palavras, nada seria tão belo assim. Portanto, de modo quiça inocente, concluímos por fim, que a coisa mais bela do mundo seriam as palavras. Para um poeta, foi uma agradável conclusão.

Música, Poesia

No meio do sonho

Música composta em novembro de 2013. Traz como principais temas: lembranças da infância, conflito por descoberta da vocação, ansiedade quanto ao futuro. A música é basicamente um diálogo com o Criador, onde o eu lírico clama por soluções. A voz no áudio é de meu grande amigo Gil Silva.